Criem comigo, e não para mim!”

Compartilhe esse post

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Há inúmeras publicações sobre a longevidade. Duas são aqui destacadas: as “37 TENDÊNCIAS DE NEGÓCIOS QUE VÃO BOMBAR NO PRÓXIMO ANO. SAIA NA FRENTE!”, Caderno disponibilizado pelo SEBRAE, que dividiu as 37 tendências em 4 grandes grupos: sociedade e economia inteligentes, novos comportamentos de consumo, gestão para o futuro e experiências reais, todos voltados para os pequenos negócios.

Não vou entrar em detalhes aqui, digo apenas que recomendo a leitura.

Sabemos que há sêniores mandando muito bem com seus empreendimentos. Mas como estão sendo feitos? Estão recebendo o apoio adequado? Sabemos que existem iniciativas pontuais com este propósito, mas fica a pergunta: será que eles estão recebendo apoio financeiro? Será que as regras do mercado financeiro para pessoas maduras estão impactando positivamente?

Fazendo uma breve pesquisa em site de busca, o retorno das informações prioriza regras de financiamento de imóveis. É importante, mas não suficiente.

A segunda leitura foi “Tecnologia vai ser aliada para empoderamento dos mais velhos” que faz um alerta relevante – as necessidades dos sêniores devem ser atendidas ouvindo-os e não tentando adivinhar o que desejam ou precisam. Com destaque para “Criem comigo, e não para mim!” de June Fischer, CEO da Aging 2.0. Gostei muito da matéria de Mariza Tavares. Afinal, é importante saber o que desejam os seniores, adivinhar está longe de ser a escolha certa. Então, vamos ouvi-los!

Ao ler matérias sobre tendências de mercado para o trabalho e para a educação, me veio a pergunta: o que estas tendências reservam para os 60+?

Há publicações que falam deste e para este público, são apresentadas possibilidades e projeções, algumas ações práticas. Gostaria de ver estatísticas comprovando estas previsões. Ainda é cedo? O ano está apenas começando? Pode ser, mas a vida não para, são muitos projetos, e os desejos e anseios são variados. O Projeto Talento 60+ do Instituto Eu Consigo quer ouvir você, Sênior.

Deixe aqui seu comentário!

Compartilhe esse post

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Milena Knapik

Milena Knapik

Deixe seu comentário

Veja o conteúdo que poderá te ajudar na recolocação

Por que pré-requisitos exagerados não geram indignação como o programa de Trainee da Magazine Luiza provocou na última semana?

Imagino que você já tenha lido em algum anúncio de processos seletivos exigências de pré-
requisitos quase impossíveis de encontrar, uma busca pelo candidato perfeito.

Vagas de Estágio que exigem experiências, conhecimentos técnicos. O que foge totalmente
do objetivo do estágio, que deveria servir como aprendizado prático para atividade
profissional do ainda estudante, convém lembrar.

Ler mais »

Sobre nós

O Instituto Eu Consigo é uma instituição sem fins lucrativos que visa auxiliar, através de assessorias e orientações gratuitas, pessoas desempregadas em busca de recolocação no mercado de trabalho.

Curta nossa página