Como você pode apoiar a equidade de gênero e a diversidade na sua empresa

Compartilhe esse post

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

A pandemia global teve impacto em todos os aspectos do trabalho.

A questão da igualdade de gênero, nos ambientes de trabalho não é exceção. As mulheres têm sido desproporcionalmente afetadas por demissões e licenças, representando 54% das perdas globais de postos de trabalho, apesar de serem apenas 39% da mão-de-obra global. (Relatório da McKinsey & Company). ¹

As mulheres tendem a trabalhar em indústrias com maiores probabilidades de sofrer um declínio em circunstâncias sem precedentes, tais como educação, comércio atacado e varejista, além de serviços de alojamento e alimentação.

O encerramento das atividades escolares e dos centros de atenção diária têm afetado excessivamente as mulheres em todo o mundo. As mulheres com filhos relatam passar em média 65 horas por semana em tarefas não remuneradas.

Isto equivale a quase um terço a mais de horas em comparação com os pais durante a pandemia.

A OIT – Organização Internacional do Trabalho adverte que a pandemia pode acabar com as modestas vitórias que a igualdade de gênero no trabalho obteve nas últimas décadas. 

As empresas podem tomar medidas para evitar que isto aconteça.

Esta semana, fazemos um convite a encontrar formas de apoiar a equidade de gênero na sua organização, começando por esta sugestão:

  1. Faça uma pesquisa rápida sobre as atuais políticas de local de trabalho para identificar áreas problemáticas para os pais trabalhadores, especialmente mulheres com responsabilidades de cuidados. Criem políticas favoráveis à família e explorem intervenções para abordar os cuidados não remunerados a crianças.
  2. Ajustar os programas de recomendações para impulsionar a equidade de gênero. Um relatório Payscale² mostrou que os programas de indicação e recomendação tendem a beneficiar sobretudo os homens brancos. Os empregadores podem desafiar isto, sendo mais ousados e assertivos  na criação de programas de carreira e sucessão que encorajem os empregados a recomendar mulheres e outros candidatos promovendo também a diversidade.

¹ Mckinsey & Company report Future of work : COVID-19 and gender equality countering the regressive effects. https://www.mckinsey.com/featured-insights/future-of-work/covid-19-and-gender-equality-countering-the-regressive-effects#

² Payscale report Pay gender gap in 2020 : https://www.payscale.com/data/gender-pay-gap#:~:text=IN%202020%2C%20WOMEN%20EARN%2081,job%20type%20or%20worker%20seniority.

Compartilhe esse post

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Instituto Eu Consigo

Instituto Eu Consigo

Deixe seu comentário

Veja o conteúdo que poderá te ajudar na recolocação

Por que pré-requisitos exagerados não geram indignação como o programa de Trainee da Magazine Luiza provocou na última semana?

Imagino que você já tenha lido em algum anúncio de processos seletivos exigências de pré-
requisitos quase impossíveis de encontrar, uma busca pelo candidato perfeito.

Vagas de Estágio que exigem experiências, conhecimentos técnicos. O que foge totalmente
do objetivo do estágio, que deveria servir como aprendizado prático para atividade
profissional do ainda estudante, convém lembrar.

Ler mais »

Sobre nós

O Instituto Eu Consigo é uma instituição sem fins lucrativos que visa auxiliar, através de assessorias e orientações gratuitas, pessoas desempregadas em busca de recolocação no mercado de trabalho.

Curta nossa página